Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
30/07/20 às 17h05 - Atualizado em 30/07/20 às 17h05

Novacap e SES alinham projetos para construção de hospitais

 

Raphaella Padilla, da ASCOM

 

Uma das maiores reivindicações da população do Distrito Federal, a construção de unidades hospitalares, tornou-se prioridade para o GDF que, neste segundo semestre, fará a licitação do Hospital Oncológico de Brasília e do Hospital Centro Sul, no Guará, além da conclusão de oito Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) previstas para 2020. Essas edificações nortearam uma reunião técnica ocorrida na manhã desta quinta-feira (30) entre a Novacap e a Secretaria de Estado de Saúde.

 

Sob o comando do diretor- presidente da Novacap, Fernando Leite e do secretário de estado de saúde, Francisco Araújo Filho, técnicos das duas pastas debateram a disponibilidade orçamentária para o início das obras, o andamento dos projetos executivos sob responsabilidade da companhia e definiram as obras prioritárias.

 

“No início da semana publicamos a licitação para construção do Hospital Oncológico do DF, que será no dia 27 de agosto. A Novacap também está concluindo o projeto básico do Hospital Centro Sul, no Guará, e a expectativa é que a licitação dessa unidade, que será feita por Regime Diferenciado de Contratação (RDCI) – que permite a contratação do projeto executivo em conjunto com a execução da obra-, seja realizada em novembro deste ano”, explicou a diretora de edificações, Virgínia Cussi Sanches.

 

A eficiência energética nas novas unidades públicas que serão construídas pela Novacap, uma exigência da Caixa Econômica Federal para disponibilidade de recursos oriundos do Ministério da Saúde, também entrou na pauta da reunião.

 

“O gerenciamento da rede de saúde é feito pela SES, mas a edificação é responsabilidade da Novacap, por isso procuramos nos reunir, sempre que possível, para manter essa proximidade, imprescindível para qualidade dos trabalhos” disse Christiane Braga, subsecretária de Planejamento e Orçamento da SES.

 

Um das decisões elaboradas durante a reunião , e que impacta diretamente na celeridade das edificações, foi o destacamento de um gerente, nomeado pela Novacap, para cada grande obra fiscalizada pela Novacap. A companhia também está criando uma área específica para análise e elaboração de projetos executivos, onde haverá check-list simultâneo à confecção dos mesmos.

 

“A qualidade dos projetos elaborados pela Novacap é prioridade absoluta mas, além disso, não podemos perder tempo na devolutiva, visto que, a Caixa Econômica Federal estabelece diversos critérios que precisam ser observados para que não sejam necessárias tantas alterações, já que os recursos têm prazo para execução”, afirmou Fernando.

 

O grupo técnico volta se reunir amanhã para uma apresentação do projeto básico, onde constam todas as especificações e normas a serem acolhidas no projeto executivo, desde a arquitetura até as instalações, do Hospital Centro Sul.

 

A nova unidade de saúde terá 375 leitos, capacidade para atender 400 mil pessoas por ano, em 28,5 mil m² de área construída. O Centro Sul será instalado em um espaço de 70 mil m², ao custo de mais de R$ 145 milhões, a serem financiados pelo Banco Internacional de Desenvolvimento (BID). A Região de Saúde inclui Guará, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Estrutural, Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Setor Complementar de Indústria e Abastecimento (SCIA), Riacho Fundo I e II e Park Way.

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo do Distrito Federal

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300