Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
9/10/13 às 20h04 - Atualizado em 29/10/18 às 14h41

Novacap intensifica operações para reduzir transtornos causados pelas chuvas

Todos os anos, a Novacap realiza um trabalho contínuo de manutenção do sistema de drenagem pluvial para evitar transtornos causados pelas chuvas. Basicamente, as ações são desenvolvidas em três grandes frentes: manutenção do sistema de drenagem pluvial (limpeza e desobstrução de bocas de lobo; construção e reposição de poços de visita e de bocas de lobo; e limpeza das bacias de contenção), manutenção de vias (recapeamento, fresagem e operações tapa-buracos) e manutenção das áreas verdes (roçagem de grama e podas de árvores)

Manutenção de drenagem:

São 10 equipes de obras diretas da Diretoria de Urbanização (DU) da Novacap – 80 homens ao todo em todas as cidades do DF.

Ações da Diretoria de Urbanização da Novacap:

·         Desobstruiu mais de 70 mil metros de redes de água pluvial 

·         Limpou 15 mil bocas de lobo e 4 mil poços de visita

·         Investiu quase R$ 7 milhões este ano 

·         Cerca de 40 mil metros de videoinspeção robotizada.

Contratos em Andamento/em contratação:

·         Execução de manutenção de drenagem em diversos locais do Distrito Federal – execução de ramais, sarjetas e bocas de lobos em pontos de alagamento, tais como o final da Asa Norte, tesourinhas, Setor de Autarquias Sul, W Norte e algumas vias de Ceilândia –  valor do investimento R$ 6,5 milhões;

·         Execução de meios-fios em todas as Regiões Administrativas possibilitando assim um direcionamento das águas pluviais para as bocas de lobos – valor do investimento – R$ 14 milhões;

·         Manutenção das bacias de contenções da Ceilândia, Taquari, Parque da Cidade, Santa Maria, Recanto das Emas, Riacho Fundo – valor do investimento – R$ 6,4 milhões. 

Manutenção das Área Verdes (poda de árvores e roçagem de grama):

Ações do Departamento de Parques e Jardins (DPJ) da Novacap:

·         Roçou uma área de 800 milhões de m² de gramado. 

·         Plantou mais de 3 milhões de mudas de flores e quase 40 mil mudas de árvores e palmeiras.

·         Podou mais de 25 mil árvores.

Manutenção de pavimentação:

Programa Asfalto Novo

Já estão em plena execução a primeira e a segunda etapas do Programa Asfalto Novo com um investimento total de R$ 770 milhões. A primeira etapa das obras do Programa Asfalto Novo – que deverá recuperar as vias da região central DF – foi lançada no final de maio, no Parque da Cidade e serão investidos R$ 154 milhões, até o final de 2013. 

A segunda etapa do Programa foi lançada no último dia 03 de outubro e deverá alcançar R$ 283 milhões para a recuperação das principais vias das Regiões Administrativas. Nesta fase, serão recuperados 1,7 mil quilômetros da malha asfáltica do DF.

Até 2014, quase 6 mil quilômetros da malha viária do DF, que tem o total de 11,7 mil, serão reconstruídos. A primeira fase do programa atenderá as áreas centrais de  Brasília para recepcionar os grandes eventos.

O programa Asfalto Novo terá um investimento total de R$ 771 milhões e faz parte do Acelera DF, iniciativa adotada pela atual gestão no início do ano para realizar 184 obras civis em todo o Distrito Federal, coordenada pela Casa Civil.

Com o lançamento da primeira etapa da medida, as obras começaram imediatamente e deverão ser finalizadas até dezembro de 2013, com a recuperação de toda a malha viária da área central de Brasília, nas principais avenidas: W3 norte e sul, L2 norte e sul, Eixinhos W e L, Eixo Monumental, entrequadras da Asa Sul e Norte, pista que contorna o Parque da Cidade, o entorno do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, além das principais avenidas do Sudoeste e da Octogonal.

Segundo o presidente da Novacap, Nilson Martorelli, serão investidos aproximadamente R$ 154 milhões na área central de Brasília, com previsão de conclusão até dezembro deste ano. “Não é uma simples operação tapa-buraco, mas uma recuperação completa do asfalto no DF”.

No início de outubro, a Novacap deu início às obras da segunda etapa pela cidade de Ceilândia. Pelo programa, mais de 50% da malha viária do Distrito Federal terá uma cobertura com revestimento mais reforçado de asfalto, e a expectativa é que as três etapas estejam concluídas até o final do segundo semestre de 2014.

AÇÕES PARA EVITAR OS TRANSTORNOS CAUSADOS PELAS CHUVAS

Balanço em 2012

Manutenção de Vias – Em 2012, foram investidos mais de R$ 65 milhões no trabalho de manutenção de vias. Exemplo disso foi o início dos trabalhos de recuperação das principais vias da área central de Brasília, além das avenidas Sucupira, no Riacho Fundo I, Elmo Serejo, em Ceilândia, e Avenida Contorno, no Guará. 

Manutenção das áreas verdes – A manutenção das áreas verdes, que prevê operações de roçagem de grama e poda de árvores, além das conhecidas ações de arborização e de paisagismo são feitas continuamente ao longo do ano por equipes próprias e terceirizadas pela Novacap.

Foram feitas cerca de 120 operações de poda de árvores por dia. Mas, em caso de queda, vale informar que a população deve entrar em contato diretamente com o Corpo de Bombeiros para fazer a retirada. À Novacap cabe o papel de vistoriar se a planta está em boas condições e se são necessários a poda ou, em último caso, o corte. A Novacap realiza este trabalho através de 13 equipes espalhadas por todo o DF.

Manutenção do sistema de drenagem pluvial – Para o trabalho de manutenção da drenagem pluvial foram investidos mais de R$ 30 milhões em 2012, em serviços de limpeza de bocas de lobo, colocação de sarjetas para direcionar a água da chuva, além da inclusão de novos ramais de drenagem pluvial e construção de novas bocas de lobo.

As ações de manutenção do sistema são realizadas em todas as cidades do DF, de acordo com a prioridade e com o estado crítico nesse período chuvoso, como é o caso de Águas Claras e Ceilândia, por exemplo. Em 2012, foram desobstruídos 85 km (85 mil metros) de rede desobstruída em todas as cidades. Foram limpas quase 15 mil bocas de lobo e limpos quase 4 mil poços de visita. 

Naquelas regiões ainda em processo de regularização, como é o caso dos condomínios Sol Nascente e Por do Sol, em Ceilândia, região da Fercal, entre outras, são realizadas ações pontuais de desassoreamento e limpeza, uma vez que o GDF ainda não pode investir em obras efetivas de infraestrutura.

Pontos críticos  A Asa Norte e a cidade de Ceilândia são algumas das regiões do DF que mais sofrem com o excesso das chuvas. A grande ocupação populacional não foi acompanhada de investimentos estruturais para ampliação da rede de drenagem pluvial destas cidades, obrigando o poder público a fazer novos e vultosos investimentos, como o que está sendo previsto no programa Águas do DF, onde serão investidos quase R$ 400 milhões na ampliação da rede de drenagem pluvial.

Vale ressaltar que, de nada adianta o trabalho de limpeza do sistema de drenagem, se a população não se conscientizar e parar de jogar lixo nas ruas. É bom lembrar que o sistema de drenagem pluvial do DF teve seu dimensionamento levando-se em consideração uma grande área verde que servia para recarga do próprio arquífero, porém, com o crescimento das cidades e em alguns casos desordenadamente, foi-se impermeabilizando grandes áreas das cidades, o que acarretou uma impermeabilização do solo, tornando o sistema de drenagem das cidades já subdimensionado.

Serviço: Para o cidadão registrar a solicitação de qualquer serviço urbano (operações tapa-buracos, recapeamento, limpeza e desobstrução de bocas de lobo, roçagem de grama e poda de árvores), a Companhia disponibiliza o Disque Novacap, no telefone 3403-2626, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. 

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo do Distrito Federal

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300