Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
10/07/13 às 18h53 - Atualizado em 29/10/18 às 14h41

Abertos envelopes da licitação do viaduto do VLT

Contrato deve ser assinado até 1º de agosto e obras estarão prontas até a Copa

A AJL Engenharia e Construções Ltda. foi a empresa que apresentou o menor preço, correspondente a R$ 14.636.721,10, no processo de licitação para construção do viaduto sobre a linha do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), situado no final da W3 Sul. Os envelopes com as propostas foram abertos na terça-feira (09), e a segunda proposta foi a da JM Terraplanagem e Construções Ltda, que apresentou o valor de R$ 14.699.859,64.

“A nossa expectativa é assinar o contrato até 1º de agosto e entregar a obra antes da Copa de 2014. Além do viaduto, será construído um conjunto de tesourinhas para desafogar o trânsito na região”, explica o secretário de Obras, David de Matos.

Os motoristas que saírem da W3 Sul com destino ao Terminal Asa-Sul passarão por baixo do viaduto, enquanto os que trafegarem pela Estrada Parque Setor Militar passarão sobre o próprio viaduto. Tesourinhas vão facilitar o acesso para quem estiver na Estrada Parque Setor Militar (EPSM) e quiser acessar a W3 Sul, bem como para aqueles que saírem da W3 Sul e desejarem entrar na EPSM.

Antes da assinatura do contrato, a comissão de Licitação da Novacap fará uma análise criteriosa das planilhas de custo apresentadas pela empresa AJL, para conferir, entre outras questões, se os preços da proposta estão de acordo com o orçamento. Passada essa etapa e, se não houver recursos, a empresa vencedora será anunciada e o contrato, assinado.

Em seguida, a empresa começará a mobilizar pessoal e montar o canteiro de obras para o início efetivo dos trabalhos. De acordo com o secretário de Obras, a parte da fundação já existente no local será aproveitada, uma vez que testes comprovaram que ela está adequada ao novo projeto.

Por se tratar de uma obra viária que estava paralisada desde outubro de 2010, um acordo atribuiu à Secretaria de Obras a responsabilidade de concluí-la. Inicialmente, a obra estava delegada ao Metrô-DF, empresa responsável por todo o projeto de execução do VLT.

Questionamentos judiciais impediram que o atual governo pudesse tomar essa iniciativa anteriormente. Entretanto, resolver o problema do trânsito na região, finalizando essa obra inacabada, sempre foi uma das prioridades do governador Agnelo Queiroz e do vice-governador Tadeu Filippelli.

Responsável pela melhor proposta, a AJL Engenharia é uma empresa com sede em Brasília e que já esteve a frente de outras obras públicas, como os dois viadutos de acesso ao Núcleo Bandeirante, na Estrada Parque Núcleo Bandeirante (EPNB).

A construção do viaduto do VLT faz parte do corredor Eixo-Oeste, que conta com recursos do PAC Mobilidade.

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo do Distrito Federal

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300