Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
21/12/12 às 14h25 - Atualizado em 29/10/18 às 14h41

GDF apresenta balanço de dois anos de governo

Agnelo Queiroz avaliou as principais ações realizadas desde o início de sua gestão. Ele destacou ainda as diretrizes e os investimentos para garantir a eficiência dos serviços que serão prestados em 2013


O resultado de dois anos de gestão foi avaliado na tarde desta quinta-feira (20), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, durante reunião do governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, com todos os secretários de Estado, secretários-adjuntos, administradores regionais e presidentes das empresas públicas. Na ocasião, ele também apresentou um plano de ação para os próximos dois anos de governo.

Acompanhado da primeira-dama, Ilza Queiroz, o governador destacou a melhoria na eficiência dos serviços públicos prestados à população nas áreas da saúde, inclusão social, desenvolvimento urbano, sustentabilidade, grandes eventos, desenvolvimento econômico, educação, cidadania, qualidade de vida, participação social, gestão e transparência, mobilidade urbana e cidades.

“Eu fiz um balanço dos dois anos iniciais e um plano de ação para a segunda metade do governo. Em 2013, vamos fazer um investimento de R$ 3,5 bilhões, nas áreas de transporte público, saúde, educação e segurança pública”, afirmou o governador.

De acordo com Agnelo Queiroz, serão construídas seis UPAs, além de novas Clínicas da Família e Unidades Básicas de Saúde. Também está incluída nesse investimento a construção de 116 creches em tempo integral, com 220 vagas cada uma, além de reforço no efetivo da Segurança Pública. “Nesses dois anos, contratamos muito na área de Saúde e vamos poder fazer o mesmo em 2013 na Segurança Pública, com concurso para 1.000 policiais”, detalhou o governador.

“Temos uma perspectiva maravilhosa. Foram dois anos duros de recuperação e enfrentamentos. Agora, entraremos na fase de entregar o que planejamos e cumprir os compromissos que assumimos”, completou Agnelo Queiroz.  

Balanço e perspectivas –Durante o encontro, o governador fez uma palestra sobre as obras que serão concluídas em 2013 e ressaltou a vitória no avanço da licitação do transporte coletivo. Ele reforçou a meta de oferecer uma frota renovada nas ruas do DF a partir de maio do ano que vem.

O chefe do Executivo lembrou, ainda, o investimento recorde na CEB para recuperar o sistema, que se encontrava sucateado.“Hoje mesmo inauguramos a subestação do Gama, aumentando a potência de 34,5 Kv para 138 Kv. Isso vai melhorar o abastecimento daquela região e diminuir a sobrecarga em Taguatinga”, explicou Agnelo.

Segundo ele, o GDF está investindo R$ 160 milhões em fornecimento de energia elétrica para dar sustentação ao Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha e todo centro de Brasília.  “No total, serão aplicado 300 milhões na recuperação da CEB”, frisou o governador.

Na área da Saúde, o governador Agnelo Queiroz destacou que, desde o início de 2011, o GDF investe na construção e reforma das unidades de saúde, além de programas especializados em atendimento. Um exemplo desse modelo é a Carreta da Mulher, que atende as comunidades com menos acesso a serviços como exames de ultrassonografia, mamografia e citológico. Desde março deste ano, a Carreta já realizou mais de 25 mil exames.

Priorizando um modelo de gestão pública com participação social, o GDF implementou importantes instrumentos com o objetivo de assegurar a participação da sociedade nas decisões das políticas públicas para o DF. Exemplos dessa gestão compartilhada são o Orçamento Participativo e a criação do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do DF (CDES-DF), o Conselhão, que apresentou, com resultados positivos, o balanço do primeiro ano de atuação.

Para 2013, será feito um grande investimento em obras de ampliação do sistema de drenagem para evitar inundações causadas por fortes chuvas nas cidades. As obras estão sendo licitadas.

União de forças – Outro destaque foi a parceria do GDF com o governo federal para a melhoria de diferentes setores. Na Habitação, o plano é assegurar a entrega de 100 mil moradias até o fim de 2014. A aplicação dos recursos do PAC em vários programas também é um dos exemplos dessa união. “Essa relação estreita com o governo federal em todas as áreas traz benefícios para o nosso povo”, salientou Agnelo Queiroz.

“Vou coordenar o cumprimento das metas pessoalmente, junto com a Casa Civil, que ficará a cargo dessa missão com as secretarias”, afirmou Agnelo Queiroz.

Dentro das ações conjuntas também está a continuidade da migração dos programas de assistência social do DF para o modelo do Programa Brasil Sem Miséria, do governo federal. Esse processo já está em execução e conta com a complementação do GDF para garantir a renda mensal per capita mínima de R$ 100.

Atualmente, mais de 250 mil famílias estão inseridas no Cadastro Único do programa, e 93.490 já são beneficiadas pelo Bolsa Família. Ao todo, o governo local investe mensalmente cerca de R$ 4,2 milhões para ampliar o auxílio.

Centro Administrativo – Uma importante ação para promover a descentralização administrativa e econômica do Plano Piloto é a conclusão do novo Centro Administrativo, localizado em uma área de grande densidade populacional. “É uma obra que chega a aproximadamente R$ 700 milhões. Hoje nós temos muitos prédios alugados, velhos, com desperdício grande de energia e de água. É a grande chance da virada para modernizar a administração púbica do DF”, expôs o governador.

A revitalização do patrimônio histórico e cultural do DF até 2014 foi outra meta estipulada. Agnelo Queiroz também destacou a conclusão do Estádio Nacional Mané Garrincha em 2013 como “equipamento indispensável para manter nossa economia viva”.

Além do governador, fizeram parte da mesa a primeira-dama, Ilza Queiroz; o secretário-chefe da Casa Civil, Swedenberger Barbosa; os secretários de Governo, Gustavo Ponce; de Planejamento e Orçamento do DF, Luiz Paulo Barreto; de Fazenda, Adonias Santiago, e a líder do governo na Câmara Legislativa, a deputada distrital, Arlete Sampaio.

Agnelo Queiroz fez menção especial ao vice-governador Tadeu Filippelli, que não pôde participar por motivos de saúde. “Tenho um vice participativo, que divide tarefas, se empenhanha, integrado de fato à rotina do governo, dividindo tarefas e responsabilidades. Quero aqui fazer um agradecimento especial”, conclui o governador.

Confira aqui a apresentação do governador com as prioridades para 2013 e 2014.

Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil - Governo do Distrito Federal

NOVACAP

Setor de Áreas Públicas - Lote B - CEP: 71.215-000 Telefone: 3403-2300